Reunimos as melhores dicas para vender muito no houpa para quem tem uma loja física de roupas vender toda a sua coleção. Seja você uma marca atacadista ou varejista, você entende que a sua loja deve ser bastante atrativa para os clientes. 

Uma vitrine com produtos da estação, ou que estão fazendo o maior sucesso nas passarelas, sempre irá atrair a atenção de quem passar perto da sua loja. Afinal, se peças super lindas estiverem à mostra, não tem quem resista dar uma olhadinha nas suas novidades.

Aqui no houpa não é diferente, sabia? A plataforma é um espelho da sua loja física, em que milhares de varejistas de todo o Brasil podem conhecer sua marca e as peças que você vende. Demais, né?

Para ajudar você que está entrando no houpa agora ou que já há algum tempo, separamos essas dicas de como vender na plataforma para alavancar suas vendas. Vem conferir!

Deixando o perfil com a sua cara

A primeira impressão é, geralmente, a que fica. Quando você deseja atrair clientes para a sua loja física, a aposta no Visual Merchandising é certeira. No houpa, é a mesma coisa.

Usa a área de edição de perfil para cadastrar os seus dados completos da loja. Você pode incluir o nome da sua loja, alterar as imagens de perfil e de capa, incluir telefones de contato, além de adicionar informações à bio.

As informações da bio são muito importantes para que seu cliente saiba mais sobre o seu negócio. Você pode adicionar detalhes da sua marca como, suas redes sociais, formas de pagamento, site, entre outras informações.

No seu perfil você adicionar e-mail de contato e imagens de sua loja. Uma vez que tudo está salvo você já tem um perfil completo no houpa.

Dicas para vender expondo produtos na Vitrine

As vitrines são a principal forma de exibir seus produtos. Com uma vitrine bem planejada e com produtos atrativos já colaboram – e muito – para vender mais.

No houpa não é diferente. Na vitrine você atrai a atenção dos clientes incluindo as peças mais arrasadoras da sua coleção. 

Dica: procure manter a sua vitrine com os produtos mais lindos da sua coleção. Você pode exibir as peças que estão em promoção, os lançamentos, entre outros. Com a vitrine sempre atualizada suas chances para vender mais no houpa só aumentam.

Cadastre e atualize o estoque de seus produtos

Uma vez que o seu perfil está completo e você já começando a adicionar diversos produtos em sua vitrine, não esqueça de cadastrar mais dos seus produtos e também gerir seu estoque.

O houpa permite que você adicione quantos produtos desejar. Você pode cadastrar os produtos com o nome que desejar, adicionar imagens de suas peças e uma descrição para cada uma de suas peças.

Dica: use o espaço de descrição para mostrar aos seus clientes todas as informações referentes ao produto, como tipo de tecidos, modelagem, caimento, entre outras considerações. Para vender mais, uma boa descrição do seu produto pode ajudar bastante.

Vamos utilizar o exemplo de uma “regata preta”. Ao invés de anunciar somente com o seu nome a descrição, essa é uma forma muito mais atraente para apresentar ao seu cliente.

“Regata Feminina Preta.

Confeccionada em tecido leve com toque de linho. A regata preta possui caimento reto, decote quadrado, alças largas, barra assimétrica e fechamento frontal por botões.

– Tamanho padrão com modelagem regular

– Lavar à mão

Composição: 70% Viscose 30% Linho

Cor: PRETO”

Viu como fica muito melhor uma descrição completa da sua peça?

No houpa você também pode dedicar o seu estoque adicionando todas as peças que possui. Ao atualizar as quantidades de produtos que possui no houpa você comunica o seu cliente de quantas peças tem disponíveis para vender.

Além disso, o gerenciamento de estoque é uma poderosa ferramenta para administrar suas peças, evitando que você gaste com outros softwares de gestão de mercadorias. 

Fique de olho nas conexões para vender mais

Para você vender ou comprar no houpa é preciso que esteja conectado ao seu cliente. Por isso nós trabalhamos com as conexões.

As conexões são como um pedido de amizade no Facebook. Uma vez que você estiver conectado com o cliente ele poderá ver as informações completas de sua loja, como os preços das peças e, claro, comprar da sua loja. 

Quanto mais conexões você possui, maiores são suas oportunidades para vender mais no houpa. Por isso, ao receber um pedido de conexão, procure aceitar o mais rápido possível. Você também pode rejeitar conexões que não estejam de acordo com as regras comerciais do seu negócio. 

E mais: se você possui uma marca atacadista de roupas também pode pedir conexão com uma marca varejista. Aqui no houpa você cria a sua rede de contatos com varejistas e atacadistas de todo o Brasil. 

Aumente suas chances de vender mais aceitando os pedidos de conexão que você recebeu.

Atentos no chat

No houpa também há um chat em que você pode conversar com os seus clientes. O chat permite facilitar a comunicação entre sua loja com o seu cliente sem a necessidade de sair para outro aplicativo de conversas.

Por isso, o chat do houpa é usado para facilitar e agilizar as comunicações. Você pode falar com seu cliente sobre os pedidos que ele realizou, comunicar sobre o status do pagamento, detalhes de envio e, até mesmo, conversar sobre outros assuntos criando um relacionamento mais próximo entre vocês.

Divulgue a sua loja no houpa em suas redes sociais

Agora que você tem um perfil super completo, produtos cadastrados, estoque dedicado ao houpa e produtos expostos em sua vitrine, está na hora de divulgar o seu link para os clientes comprarem diretamente dele. 

Não há melhor lugar para divulgar que não seja em suas redes sociais. Você pode criar postagens com seus produtos indicando que sua marca está no houpa, além de incluir o link na bio.

Um bom espaço para divulgar o link é utilizando o link na bio. A vantagem disso é que quando alguém encontrar sua marca nas redes sociais, ela já poderá clicar no link e ser direcionada para o houpa.

Se você possui um site ou outros canais de venda e ainda assim quer utilizar o houpa, você pode criar um Linktree. Este é um serviço que permite agrupar todos os links que você possui em um único local.

Normalmente, o Linktree ficará exposto da seguinte maneira:

 

Linktree

A cantora Selena Gomes utiliza o Linktree na bio do Instagram

Então, quando alguém clicar sobre o link ele abrirá uma série de opções que você pode incluir. Uma dessas opções que você pode incluir é houpa. Veja como fica o Linktree quando as opções de link são cadastradas.

Linktree

Com essas dicas para vender mais no houpa você tem diversas possibilidades de alcançar mais clientes e encantar todos eles com a gente. Até a próxima!

comprar roupas online pelo notebook

Comprar roupas online é a moda que não vai passar! Atingindo todos os públicos e todas as ocasiões, a internet é o lugar certo para encontrar qualquer tipo de peça de moda, seja ela roupa, acessórios ou calçados.

Comprar na internet não é mais um mistério. A web oferece diversas possibilidades de compra durante os últimos anos e atinge cada vez mais novos públicos. Com artigos de moda não é diferente. É possível encontrar moda feminina, moda masculina, moda infantil e outros. São inúmeras oportunidades em diversos lugares da web. Sites, redes sociais e até mesmo aplicativos no computador.

O mais legal é que você pode encontrar, além da exata peça que procura, descontos, promoções, e ainda recebe-la no conforto da sua casa. Dependendo da situação, você pode comprar e receber seu pedido no mesmo dia, sem sair do sofá!

Se você precisa comprar algo, a internet é o lugar certo. No entanto, existem algumas informações necessárias para realizar uma boa compra online. É preciso estar atento às informações e saber identificar se o ambiente oferece as melhores condições para comprar roupas online. 

Fique de olho nas informações do produto

Verifique as informações de tamanho e também a descrição e medidas dos produtos. É certo que nem todas as marcas oferecem informações de medidas, mas é muito importante entender como elas se comportarão no seu corpo. Procure entender todas as informações de medidas que o site te oferece e analise de acordo com o formato do seu corpo.

No houpa, por exemplo, é possível escolher na hora do cadastro, o tipo de corpo que mais te representa. A partir dessa informação, nosso sistema mostrará peças que combinem com a sua escolha enquanto você busca por peças no app do houpa.

comprar roupas online jeans óculos e blusa

Além das medidas, o material, corte e a modelagem da roupa também são muito importantes. As fotos ajudam a entender melhor como a roupa se comporta no corpo. No entanto, as imagens também podem atrapalhar na hora de escolher ou não o seu look. As informações extras contam muito para te oferecer uma melhor visão da roupa como um todo e assim ajudar a tomar a decisão da compra.

 

Segurança é tudo

cartão de crédito para comprar online

Economizar comprando roupas online é totalmente possível. No entanto, é preciso saber identificar se o local (site, rede social, marketplace etc) possui a segurança necessária para você efetuar uma compra.

O houpa, por exemplo, é um marketplace de moda que oferece a possibilidade de compra e venda para atacadistas e varejistas. Quando uma compra é feita pelo houpa, as marcas têm total segurança com o pagamento. Isto porquê o pagamento é possibilitado pelo houpapago.

Este serviço permite às marcas atacadistas oferecerem cartão de crédito, boleto e outras formas de pagamento para as marcas varejistas. Tudo com muita segurança e confiabilidade, em transações dentro da plataforma.

É muito importante que você tenha segurança para efetuar uma transação na hora da compra. Procure entender no site, ou até mesmo com a equipe de atendimento, se a plataforma assegura o pagamento.

Cuidado com as promoções

promoções nas compras online

 É certo que é tentador quando queremos comprar roupas online e vemos aquela promoção perfeita, não é mesmo? Mas essa é a hora de agir com cautela e entender exatamente o que esta sendo oferecido. Existem muitos sites que simulam promoções e preços muito abaixo do mercado para oferecer compras fraudulentas.

Desta forma, é muito importante que você preste atenção nas promoções que lhe são ofertadas. Para isto, evite comprar de websites que não possuem redes sociais ativas. Procure depoimentos de clientes nas redes sociais ou na loja do aplicativo no Smartphone. E, não se esqueça de verificar a conexão do site. 

houpa

Para identificar se um site é seguro, clique no ícone do cadeado no seu navegador Chrome.

Senhas e informações pessoais

Ao comprar roupas online será necessário fazer cadastro na loja que deseja. É extremamente comum que as lojas peçam algumas informações de suas futuras clientes. Além dos dados pessoais, como nome, endereço para entrega, telefone, e-mail e nome da cliente, as lojas precisarão de algumas informações para possibilitar a venda.

Dentre elas estão os dados de usuário e senha, que permitem ao cliente ter seu espaço particular no site.

Cartão de crédito para compras na internet

Portanto, será necessário cadastrar senha e usuário, mas nunca será necessário enviar sua senha para alguma loja ou site. Ainda que você precise de ajuda na sua conta, nunca envie informações de senha! Com o cartão de crédito não é diferente. A senha do seu cartão nunca deverá ser solicitada e se for, já sabe, né? Fuja que é cilada!

 

Sinta-se confortável fazendo compras online

É muito importante que você se sinta confortável ao fazer compras online. Antes de comprar, tenha certeza que viu todas as informações necessárias com a loja. Fale com a equipe de atendimento, principalmente, e sinta o clima. Entenda as roupas que precisa e busque informações sobre as peças. Além disso, não esqueça de identificar os clientes que já compraram com a loja, ver redes sociais e tudo que te deixar mais confortável na hora de comprar.

O houpa, por exemplo, disponibiliza uma equipe de atendimento exclusiva para tirar dúvidas sobre a plataforma e garantir a todos uma boa experiência de compra. Venha para o houpa!

 

Venda seus produtos no houpa. Nós queremos mudar o mundo da moda!qr code houpa

Moda e coronavírus

Traçar estratégias de moda e coronavírus para movimentar a economia local é o principal foco das marcas fashion neste primeiro semestre de 2020. Com a acentuada intervenção por conta da COVID-19, as empresas brasileiras de moda precisaram se reinventar. Desta forma, as marcas que ainda caminhavam com cuidado pelo mundo digital, aderiram completamente ao novo/antigo recurso.

Seja revendendo, desenhando, criando ou vendendo, o Bom Retiro movimenta mais de 3 bilhões de reais ao ano. São aproximadamente 100 mil empregos gerados, desde atendimento, limpeza, carregadores, lojistas, entre outros que comportam o mercado do atacado nesta economia local do Brasil.

Atingir novos públicos e atender clientes antigos ganhou um novo significado com as mudanças na moda e no coronavírus. Agora, não mais uma opção, a internet veio para ser a solução.

As empresas e os trabalhadores do mercado da moda no Brasil não podem e não querem parar.  Desta forma, separamos algumas dicas para movimentar a economia local em tempos de moda e de coronavírus, a fim de agregar na sua estratégia de vendas e possibilitar maior alcance da sua marca. Confira!

Novos canais de venda!

Moda e coronavírus na web

Canais de venda são os meios que uma empresa usa para oferecer produtos e serviços para possíveis clientes. É o local em que estes produtos serão comercializados. Com as mudanças da moda e coronavírus, a internet possibilitou a abertura de novos canais de vendas a novos públicos.

Todo mundo quer vender e todo mundo quer comprar. As marcas apenas precisam atingir as pessoas certas no momento certo. Parece difícil, mas não é. Você já leu aqui sobre a crescente do marketplace, correto? Eles são a opção mais rentável que uma marca pode agregar em sua estratégia. Vender em mais lugares é essencial e a internet proporciona, não uma, mas todas as opções.

As marcas apenas precisam escolher e identificar quais locais na internet fazem mais sentido para seus objetivos. Ainda que seja uma solução, um marketplace que vende objetos e moda juntos é menos eficiente que um marketplace voltado apenas para venda de moda, como o houpa.app, por exemplo. Além do marketplace, existem diversos canais de venda:

 

Anúncios no Google com Ads

como a Moda e coronavírus impactam

O Google Ads, antes chamado de Adwords, é uma ferramenta de publicidade do Google. Ela possibilita às empresas criarem anúncios de seus produtos e desenvolver estratégias de divulgação para estes anúncios. O uso da ferramenta é gratuito, ainda que você precise de valor monetário para divulgar seus anúncios.

Esta plataforma ajuda sua marca aumentar seu alcance, ou seja, a quantidade de vezes que você é visto e portanto, quantidade de pessoas que são impactadas pela sua marca. O Google Ads é muito utilizado em vendas online, pois permite que a marca escolha exatamente o produto que quer divulgar de acordo com a pesquisa que o usuário fez. Seu objetivo é gerar conversões, ou seja, vendas! 

Como funciona? É como um leilão de palavras, onde diversas empresas escolhem palavras similares aos seus produtos (moletom tie-die por exemplo) e ofertam seu produto na rede de buscas google em forma de anúncio. A rede engloba a pesquisa no google.com, Google Maps e diversos parceiros. A marca poderá escolher se os anúncios aparecem a rede de pesquisa do Google ou dentro de carrosséis, banners em páginas parceiras relacionadas ao assunto. Qualquer um pode criar uma campanha no Google Ads, mas é indicado que uma pessoa da área de marketing trabalhe com este conteúdo, a fim de oferecer mais opções para conversão de vendas dos seus produtos. 

 

Webinars

camisas coloridas

O webinar é uma alternativa para aquelas conferências que você sempre quis ir, mas nunca teve disponibilidade. Eles vieram para traduzir os encontros, palestras e até aulas para o mundo virtual. Seu intuito é e sempre será educacional e pode ser utilizado em diversas estratégias de vendas da sua marca. Uma marca de roupas, por exemplo, pode trazer um estilista para ensinar cortes ou até mesmo proporcionar a seus clientes algumas dicas e instruções de como se vestir por uma modelo famosa.

Como funciona?

Existem diversas maneiras de ofertar um webinar para seus clientes.  Você pode contratar ferramentas especializadas ou também pode fazer de maneira manual, utilizando um recurso da sua equipe.

O Facebook e o Youtube são as opções mais populares e ainda possuem o viés de atrelar o webinar à sua página na rede social. Depois de escolher a plataforma, basta criar seu conteúdo, definir tema, palestrante, horário e fazer uma landing page. 7

Este recurso é muito importante, pois é a partir dele que você irá coletar e-mails que se transformarão em leads, ou seja, compradores em potencial, pessoas que se interessam pela sua marca e portanto, por seu produto. Depois do webinar, é com estes e-mails que você vai dar continuidade para sua estratégia de vendas.

 

E-mail Marketing

Moda e coronavírus

Com o acesso limitado a recursos externos, os brasileiros estão lendo mais seus e-mails. Sabe aquele e-mail que você recebe, quando não entra em um site de compras há muito tempo? Ele é um e-mail marketing. Com este canal é possível vender online através de comunicações no e-mail dos seus clientes.

O legal do e-mail marketing é que você pode colocar toda a identidade da sua empresa ou até da sua campanha nele e ofertar produtos específicos para públicos distintos. Com ele é possível entender, através de testes, o que seu público mais gosta de receber em seus e-mails. Será que as mulheres gostam mais de conteúdo ou de ofertas diretas? Com o e-mail marketing é possível definir isso e muito mais.

Como funciona?

Para uma boa estratégia de e-mail marketing é preciso ter … e-mails! No entanto, atenção, não compre lista de e-mails. Do que adianta ter vários e-mails, mas ninguém estar interessado no que você vende? O ideal é que a sua marca construa sua própria base e para isso acontecer você precisará trabalhar seu conteúdo.  Lembra do webinar? São os e-mails inscritos nele que serão usados para enviar e-mail marketing, por exemplo. 

 

Podcast

calça jeans

O podcast é um novo recurso a ser utilizado como canal de venda. A ideia é criar entretenimento com hora marcada para seus clientes oferecendo um serviço semelhante ao rádio, mas online.

Diferente do rádio, em que você precisa sintonizar a estação, na internet basta ir até o site que está oferecendo o podcast. A transmissão é via áudio, podendo ou não ser ao vivo. O legal de um podcast é que o conteúdo pode ser criado de acordo com a demanda e as pessoas que o apresentam (geralmente 2 a 3) batem papo sobre determinado assunto.

É uma ferramenta menos agressiva, que tem o intuito de informar. Porém, diferente de um webinar, ela é leve e traz consigo um formato popular, podendo ser ouvido em diversas situações do cotidiano.

Como funciona?

Para criar um podcast basta ter um microfone. A ideia é juntar pessoas para falar sobre assuntos diversos. Estes podem variar de coisas sérias como economia ou uma conversa descontraída sobre a moda que está passando na novela.

Escolha a periodicidade do seu podcast (semanal, mensal, diário), escolha os temas, chame convidados e comece a gravar! Coloque os seus capítulos no seu site para clientes e atinja novos com outras ferramentas como Spotify. Fale com o seu cliente e torne-o um defensor da sua marca ao oferecer conteúdo de qualidade.

 

Diga “não” à competição e “oi” a colaboração!

colaboração com Moda e coronavírus

Ainda que o mercado da moda seja competitivo, o novo coronavírus mostra que estamos todos no mesmo lugar. A tendência da competição diminuiu e deu chance para a entrada da colaboração.

É extremamente necessário entender que nem todas as empresas de moda competem entre si e que muitas ajudam umas as outras a continuarem seus negócios em tempos de moda e coronavírus. Nas redes sociais, por exemplo, os eventos das lives estão desempenhando papéis essenciais. Neles, podemos ver a colaboração de vários setores da indústria da moda. A união destas autoridades permitem aos compradores de moda de todo o Brasil entenderem a unicidade do movimento.

O houpa, por exemplo, promoveu o Ponto Conexão. Foram diversas lives com conteúdo exclusivo e convidados especialistas de outras áreas. O Moda Comunica, por exemplo, participou da ação e proporcionou uma incrível live sobre as redes sociais. Nela, falamos sobre como divulgar, engajar e vender moda durante a crise e como as mídias sociais desenvolvem papel essencial nessa estratégia. Assista a live houpa & Moda Comunica!

Procure entender quais oportunidades sua marca possui e ofereça possibilidades de colaboração para parceiros antigos e também novos. Lembre-se que todos estão juntos e que o mercado, assim como o consumo, também está sendo reinventado. Faça parte!

 

Venda seus produtos no houpa. Nós queremos mudar o mundo da moda!qr code houpa

Para saber mais sobre o impacto do coronavírus no mercado da moda, você precisa conhecer o BoF. O Business of Fashion é uma comunidade global de membros da moda que informa e conecta o setor para diversas áreas em todo o mundo. Nele, diversos  repórteres, engenheiros, designers e profissionais de marketing formam a principal fonte de inteligência do setor e uma de suas vozes mais respeitadas e influentes do mundo. Sua autoridade é baseada nos relatórios e análises originais da BoF, que não são encontrados em nenhum outro lugar.

Devido aos recentes fatos sobre o coronavírus, o BoF junto à McKinsey & Company, uma das empresas de consultoria mais influentes do mundo, lançaram o “The State of Fashion 2020 – Coronavirus update”. Este relatório detalhado fala sobre a indústria da moda global após a crise do coronavírus, com foco nos temas, questões e oportunidades que afetam o setor. O houpa trouxe um resumo sobre uma das principais e mais relevantes características para a indústria fashion.

Antes de começar a leitura é recomendado ler o artigo “Plantão houpa sobre o COVID-19” para entender os fatos que impactam o Brasil e mais especificamente São Paulo no mercado atacadista e varejista. 

Plantão houpa: COVID-19 coronavírus no mercado atacadista e varejista

É importante entender as tendências e dados específicos da moda que esse tipo de relatório oferece. Desta forma, adicionar estes dados à sua estratégia é essencial para estar conectado ao setor e também promover ações e mudanças valiosas para o seu negócio.

Se quiser ler o relatório completo, em inglês, clique aqui

Como será o mercado da moda fashion em 2020?

O foco no gerenciamento de crises é o que todos os executivos de moda e líderes de negócio estão pensando. Planejar as ações que virão, baseadas na situação atual e definir um plano de contingência é a questão mais importante no momento de todas as empresas, pequenas e médias e grandes. No entanto, grandes líderes já devem ter o mindset no futuro em suas cabeças. De nada adianta pensar no hoje e não saber o que fazer no amanhã. 

Os grandes influenciadores das empresas precisam estar atentos às mudanças que o coronavírus está impactando na economia. É preciso reinventar a indústria e para isso os esforços serão unificados.

Qual será o novo normal? O relatório “The State of Fashion 2020 – Coronavirus update”, se baseia na visão dos profissionais da moda durante o período de 12 a 18 meses. O foco é entender como as coisas vão acontecer e como as empresas e indústrias farão negócios a partir desta grande mudança de cenário. O que acontece depois que a poeira abaixar?

É inevitável que a transformação ocorra no mercado fashion. O consumo da quarentena é a tradução de como as pessoas foram impactadas durante a quarentena causada pelo coronavírus. Os mercados passaram a ter suas lojas vazias e tiveram que contratar mais pessoas de marketing e entregadores de compras. As pessoas passaram a consumir mais as redes sociais e com isso o número de lives no Instagram aumentou. Agora, quem não pode ir para a academia compra aplicativos em seu smartphone para receber exercícios personalizados. Escolas e universidades continuam suas atividades com valor reduzido mas operante, com sistema de ensino EAD.

10 motivos para sua loja começar a vender em marketplace de moda

A recuperação da pandemia coincidirá com uma recessão no mercado da moda fashion. Isso obrigará a marca a ser resiliente e saber enfrentar os problemas que virão. Os líderes precisam começar a se sentir confortáveis com a incerteza. Intensificar esforços para um futuro potencial, onde aconteça novos surtos e bloqueios para seus negócios. É preciso estar atento para tomar decisões rápidas e fazer intervenções ousadas na empresa e por isso, modelos operacionais também precisarão ser repensados. 

Mercado digital da moda 

 Marcas que possuem lojas físicas estabeleceram novas estratégias para atingir seu público. Ainda que o consumo tenha mudado, ele não deixou de existir. A internet tem sido um forte aliado para o mercado da moda fashion. As marcas se reinventaram e passaram a incluir em suas estratégias formas de vender suas peças online. 

As lojas estão aderindo novos planos para seus negócios, como a inserção de vendas em novos canais. Ainda que os canais diminuam, eles ainda continuarão a existir. Sua marca precisa estar preparada para ser vista em qualquer lugar. O mundo digital oferece essa possibilidade e todos querem e precisam da sua fatia no mercado.

As estratégias de venda agora são feitas para atingir multicanais e esta é uma previsão feita pelo “The State of Fashion 2020 – Coronavirus update”. Ainda que as compras pela internet tenham subido, estima-se uma diminuição de demanda desses canais. O consumidor quer ter mais certeza de suas compras. A partir disso conclui-se que estratégias que ofertem sua marca em mais de um lugar podem chamar atenção do seu consumidor. 

O mercado atacadista pode ter sua fatia diminuída, uma vez que os varejistas estarão liquidando suas peças para sobreviver aos gastos passados. No entanto, para o varejo, as coisas mudam de lugar, o consumo continuará acontecendo online e sofrerá forte diminuição offline. No entanto, a mudança da era digital é uma crescente aliada para os dois mercados e é nessa estratégia que a indústria aposta. Atingir os meios digitais é a principal maneira para continuar vendendo.

 

Escalada digital

Uma vez que a importância do meio digital foi escalada durante as quarentenas, os consumidores irão exigir mais neste espaço. Desta forma, as marcas devem agir rapidamente para entregar o que seu público espera. Quase da noite para o dia, a moda global começou a depender dos canais digitais. Empresas que não possuíam negócios online foram as maiores atingidas. Segundo o relatório, os consumidores adotam cada vez mais soluções digitais para compras, entretenimento e comunicações. Isso só é possível por que as marcas e os varejistas melhoraram suas capacidades digitais ao iniciar em novos canais.

Em março de 2020, executivos como Giovanni Pungetti, CEO da APAC do Grupo OTB, que controla as marcas Marni, Diesel e Maison Margiela, fez experimentos com lives de comércios ao vivo. Ao ser entrevistado, apontou a necessidade de abrir novos caminhos e salientou que o que aprendemos hoje também serão ferramentas para o tão esperado amanhã. 

As marcas que procurarem acelerar suas demandas online ficarão à frente da mudança de etapa na moda-digital. Os níveis de envolvimento crescerão exponencialmente. A quarentena trouxe também às redes sociais uma maior possibilidade de humanização. A tendência para as marcas é que continuem essa tendência. As pessoas vão se acostumar com esse contato e com a digitalização. Um grande aumento no consumo de pessoas com mais de 50 anos é esperado, uma vez que esse público não era totalmente envolvido com transações online. Os consumidores esperam gastar mais via online e social.

Para participar da escalada digital, sua marca precisa vender em multicanais online

Conheça o houpa! Empresas e entenda esta poderosa ferramenta para atacadistas e varejistas de moda.

Somos a primeira rede de pedidos gratuita e exclusiva para o mercado da moda atacadista que aproxima fornecedores e compradores dos maiores polos do Brasil. Nosso ambiente foi elaborado para descomplicar as relações de compra e venda do atacado de roupas. 

Sabemos que o mundo da moda está mudando e sempre estivemos preparados para participar dessa revolução.  Como o relatório mostra, os meios digitais são os lugares para se estar. O houpa une atacadistas, varejistas e consumidores finais com uma plataforma totalmente integrada, fácil e muito importante. Ela possibilita às lojas continuarem vendendo online.

Nosso sistema é multiplataforma. Foi desenvolvido para que você possa acessar pelo computador ou smartphone de qualquer lugar do mundo. E, para melhorar ainda mais a experiência das marcas, lançamos o houpa! Empresas, um aplicativo totalmente novo e otimizado para atacadistas e varejistas administrarem suas lojas e venderem seus produtos. 

Nós queremos mudar o mundo da moda junto com você. Faça o download do aplicativo e fale com a gente!

houpa empresas

Conheça as novidades do houpa! Empresas, aplicativo voltado para atacadistas e varejistas que vendem seus produtos através do marketplace houpa!

O houpa é uma poderosa ferramenta para fabricantes, revendedores e compradores de roupas!

Somos a primeira rede de pedidos gratuita e exclusiva para o mercado da moda atacadista que aproxima fornecedores e compradores dos maiores polos do Brasil. Nosso ambiente foi elaborado para descomplicar as relações de compra e venda do atacado de roupas.
 
Queremos ajudar no crescimento das marcas, reunindo uma quantidade cada vez maior de usuários que buscam comprar e/ou vender seus produtos, reduzindo a burocracia e otimizando tempo. Queremos mudar o mercado da moda!
 
No houpa você mergulha em um universo repleto de possibilidades! Aqui é possível encontrar novos produtos, novos clientes, novos fornecedores e muito mais.

Nosso sistema é multiplataforma. Foi desenvolvido para que você possa acessar pelo computador ou smartphone de qualquer lugar do mundo. E, para melhorar ainda mais a experiência das marcas, lançamos o houpa! Empresas, um aplicativo totalmente novo e otimizado para atacadistas e varejistas administrarem suas lojas e venderem seus produtos. 

 

O que muda no houpa! Empresas?

houpa empresas app

As mudanças são para melhor! Agora, atacadistas e varejistas possuem um aplicativo dedicado para fazer negócios. O  houpa! Empresas permite às pessoas jurídicas mais facilidade e agilidade nas transações. Agora é possível focar em tarefas como gerenciamento das vendedoras, produtos, atender clientes e outras funções em um app exclusivamente para empresas.

 Se você é uma empresa e possui conta no houpa! não precisa se preocupar. A migração da sua loja para o houpa! Empresas acontece automaticamente. Tudo o que você precisa fazer é baixar o novo app e continuar sua rotina usando ele. Faça o download do houpa! Empresas.

 

Funcionalidades houpa! Empresas

O houpa! Empresas vem com uma série de atualizações para melhorar o desempenho e gerenciamento de vendas no aplicativo. Com ele é possível encontrar novos clientes, se relacionar melhor com os atuais, ter controle total dos pedidos, encontrar suas marcas preferidas, estar em dia com lançamentos e novidades das campanhas e muito mais!

Para comprar e vender no houpa! Empresas, atacadistas e varejistas utilizam as conexões. Tanto as marcas quanto multimarcas podem pedir conexão e, ao se conectarem, poderão comprar e vender entre si e ver as informações da loja por completo, ainda que possam encontrar diversas informações sem a conexão.

Confira todas as vantagens e funcionalidades do aplicativo:

Navegue pelas vitrines

houpa empresas vitrine

É na vitrine que você encontra seu produto preferido. Ela é a passarela das atacadistas de moda! Ao criar uma loja no houpa, você poderá adicionar suas peças e escolher os destaques para sua vitrine! Ela potencializa as vendas dos lançamentos e também das novidades. Navegue pelas vitrines mesmo sem conexão e encontre a sua marca preferida para comprar e vender. 

 

Acompanhe o feed das marcashoupa empresas feed

O feed do houpa! Empresas é uma rede social focada no que realmente importa: moda. É nele que as marcas postarão seus looks, coleções, promoções e conteúdos exclusivos. As varejistas poderão comentar, compartilhar, solicitar chat, visitar o perfil das atacadistas e até compartilhar essas publicações. Uma ferramenta de comunicação rápida e ágil para conhecer e – também – decidir quais peças comprar. 

 

Carrinho Multimarcas

carrinho multimarca houpa

O carrinho multimarcas foi desenhado para dar agilidade e facilidade na hora da compra das varejistas. No houpa! Empresas é possível comprar de diversas marcas no mesmo carrinho, unificando o pedido e o pagamento. Nosso sistema irá separar e delegar os pedidos para cada marca de forma automática. 

Para oferecer o recurso carrinho multimarcas para seus clientes, a marca precisa aderir ao houpapago. Com o houpapago, além de oferecer o pagamento unificado no carrinho multimarcas para seus clientes, as atacadistas poderão receber seus pagamentos em um único clique, com carteira direta no aplicativo. Legal, né?  

 

Pague e receba com o houpapago

houpapago

O houpapago é o meio de pagamento seguro que disponibiliza o pagamento via boleto e cartão de crédito dentro do app houpa! Empresas. O sistema é totalmente seguro e permite às varejistas realizarem pedidos sem precisar entrar em contato com as atacadistas. Tudo de maneira automática e ágil.

Ao aderir o serviço, atacadistas recebem seus pagamentos em um único clique com total segurança e facilidade em suas carteiras, dentro do app. As varejistas poderão realizar pedidos de várias marcas em um só carrinho, contanto que estas marcas tenham aderido ao houpapago.

 

Faça pedidos direto no app houpa! Empresas

compra online no houpa empresas

Compre pelo app, sem sair do conforto de onde estiver! As longas viagens para os polos atacadistas ou o tempo perdido em atendimento para informações sobre estoque acabaram. O houpa! Empresas facilita o gerenciamento da sua loja ao oferecer todas as informações pelo app.

Visite a vitrine de uma marca para conhecer suas regras de negócio, modos de pagamento, entre outros. Ao se conectar, as varejistas têm acesso a todas as informações de peças, como: variantes, quantidade mínima, preço, estoque, descrição e mais. Você poderá adicionar pedidos ao carrinho enquanto navega pelo feed do houpa ou pelas vitrines. Faça toda a transação pelo app e facilite o seu dia! Rápido, fácil e efetivo!

 

Chat disponível no app

chat online

Utilize o chat para conversar!

As atacadistas e varejistas poderão utilizar essa ferramenta para incluir informações, conversar sobre pedidos, tirar dúvidas e mandar comunicações.

O chat está disponível para todos que usam o houpa! Empresas. Uma marca atacadista não precisa estar conectado para entrar em chat com a marca varejista. Queremos aproximar estas relações e facilitar o modo de se comunicar.

Além do chat entre marcas, o houpa também disponibiliza chat para seus usuários tirarem dúvidas, sugestões ou simplesmente para mandar um beijo para nossa equipe de atendimento. 💜

 

Novidade: Perfil das vendedoras

perfil das vendedoras no houpa

Com o houpa! Empresas é possível criar um novo tipo de comunicação, vendas e atendimento. Com a ferramenta Perfil das Vendedoras as vendas ficam mais assertivas e dinâmicas. Esta poderosa ferramenta possibilita às vendedoras montarem carrinhos para seus clientes e finalizarem a compra depois de aprovado.

É simples! Sabemos que as vendedores exercem papel essencial na cadeia de consumo da moda e para isso desenvolvemos mais uma maneira de agilizar e aprimorar suas vendas.

Ao montar um carrinho para seu cliente você garante que aquela peça que você sabe que ele ia gostar, vai ser dele. Inúmeras possibilidades para trocas de coleção, campanhas e lançamentos.

Para as atacadistas, a possibilidade de adicionar vendedoras e gerenciar suas vendas é muito importante para os negócios. Entenda o desempenho e acelere seu gerenciamento de marca com o perfil das vendedoras do houpa! Quer saber mais? Fale com nossa equipe de atendimento.

 

Compre por QRCode!

 

Ao visitar uma loja física, as varejistas poderão comprar peças das vitrines por meio do QRCode. O houpa! Empresas disponibiliza esse serviço para clientes tradicionais que gostam de visitar as lojas físicas para realizar compras. Para as atacadistas, o recurso oferece uma série de vantagens como: agilidade na compra, gerenciamento automático de estoque, modernidade e a possibilidade de utilizar o sistema do houpa para organizar suas peças como um todo!


Curtiu!? Baixe agora mesmo o app houpa! Empresas!

qr code houpa
 

marca de roupa

Criar uma marca de roupa não é uma tarefa simples. Existem diversas informações que você precisará entender, antes mesmo de criar sua marca. Você consegue adivinhar qual a primeira coisa na lista de tarefas de criação de marca que você teria? Se você respondeu “logotipo”, escolheu errado! Apesar de ser uma peça importante para uma marca, o logotipo não está no topo de prioridades de quem quer começar a criação uma grife de roupas.

Entender para quem você quer vender é a chave para começar um bom planejamento de criação da sua marca de roupa. Você pode saber que quer vender jeans, por exemplo, mas sabe para quem serão vendidos esses jeans? A resposta mais usual seria “para todos, claro!”. No entanto, se o seu plano não for criar uma marca de roupas totalmente ampla que vende mais de 20 tipos de peças, essa não é um boa resposta.

 

Primeiro passo para criar uma marca de roupa

Escolher o público para qual quer vender é o primeiro passo para estruturar seu plano de criação de marca. Ainda considerando o exemplo do jeans, existem diversos modelos de calças jeans que podem ser feitos. Neste momento, você precisa se fazer diversas perguntas para então definir seu público. Uma calça jeans feita para uma mulher de 20 a 35 anos não é a mesma usada por uma mulher de 40 a 60 anos.

Se você quer vender suas calças jeans pela internet, por exemplo, precisa entender qual tipo de público utiliza a internet para fazer compras. A Webshoppers, uma pesquisa realizada pela Ebit, aponta que consumidores entre 25 e 34 anos representam mais de 35% do mercado de compras online. Pessoas entre 55 e 64 anos representam apenas 7% dessa fatia, ainda que não devam ser desconsiderados.

O que isso quer dizer? Quer dizer que, provavelmente, não é a melhor ideia focar sua estratégia em vendas online, se quer atingir um público com maior idade. 

O público escolhido também vai determinar a faixa de preço do seu produto. Escolher trabalhar com público de 25 a 34 anos não é suficiente. Existem diversos tipos de pessoas nessa idade e, junto com elas, diversos tipos de consumo. Perfis de consumidores da classe “A” geralmente comprarão produtos mais caros. A classe “C”, em casos, optará por produtos de menor valor, baseado em sua renda mensal. Viu como definir o seu público é a chave para começar a criar sua marca?

 

Personalidade da marca

Agora que você já sabe para quem quer vender, como seu público consome e em qual lugar ele gasta, é hora de pensar nos atributos visuais e criativos da sua marca. Vamos usar a marca FARM como exemplo. Marca carioca consolidada no mundo inteiro, está sempre repleta de cores em seu padrão de fotografia e carrega consigo uma forte identidade visual. 

Nesta campanha, a marca usa todos os atributos visuais que fazem a FARM ser reconhecida. A estrutura da fotografia e as cores podem ser percebidas assim que o usuário é impactado e isso faz com que a marca seja reconhecida em todas as suas comunicações.  Ele foi aplicado de maneira que você perceba em instantes que estamos falando da FARM. Essa associação só é possível quando a marca já tem uma personalidade, história e conceito perpetuados no consumidor. Ao criar a personalidade da sua grife você precisa pensar na mensagem que ela quer passar. Como essa mensagem vai transparecer para seus clientes?

marcas de roupas

Veja o exemplo acima. Um marca de roupas para público masculino e uma marca de roupa infantil. Faça um exercício mental e tente inverter os logotipos. Você vê a possibilidade da primeira marca vender para o público infantil? E a segunda? Será que o público masculino teria uma boa adesão a um logotipo fofinho?

Os atributos visuais e criativos na criação de uma marca precisam condizer com seu público-alvo. Não é a toa que ele é a primeira tarefa do seu caderninho.

 

Procure entender como sua marca de roupa quer se comunicar

Um bom exemplo são as empresas que vendem marcas de roupas para moda praia. Ainda que possam vender para diversos públicos, seu foco é em pessoas que consomem esse estilo praiano, gostam de viajar e estão sempre em piscinas e mares.

Desta forma, faz parte da linha criativa dela usar cores do verão, folhagens, água, listras etc. Suas cores também serão diferentes. Quantos restaurantes italianos utilizam as cores verde, vermelha e branco em suas comunicações? Você consegue contar? As cores também tem um forte papel na associação da sua marca ao seu produto e, por consequência, seu público-alvo.

Planeje o conceito da sua marca, o que seu logotipo quer informar, como a sua marca vai se comunicar com o público. Essas questões são essenciais para obter uma comunicação assertiva e impactar positivamente seus clientes.

Lembre-se de criar conceitos baseados no seu público-alvo e não esqueça que a sua percepção nem sempre é a de outras pessoas. Teste! Ligue, envie e-mail com formulários, contrate focus groups. Faça o que for preciso para testar e alinhar exatamente como quer que sua marca seja reconhecida ao longo de seus anos.

 

Saiba o que ofertar!

É impossível começar a criação de uma marca de roupas sem saber o que vai ofertar. Agora que você já sabe para quem quer vender, como seu público consome, onde ele gasta e como você vai se comunicar com seus clientes, é hora de saber o que vai ofertar.

Este é o momento de planejar a estratégia de vendas da sua marca. Comece com as peças que quer ofertar. Se o seu público é moda evangélica, por exemplo, não faz sentido ofertar minissaia, certo?

Você quer trabalhar com peças atemporais, que podem ser utilizadas durante todo o ano ou fará coleções a partir de tendências? Suas peças são casuais ou fashion? Tudo isso precisa ser pensado na hora de planejar as peças que vai oferecer. 

 

Calendário das estações no varejo de moda

Se você já sabe o que ofertar, precisa saber quando ofertar! Uma dica muito importante é entender como o calendário de moda funciona. É nele que as marcas se baseiam para ofertar coleções, promoções e lançamentos. Ele deve ser seu melhor amigo e precisa fazer parte do dia-a-dia do planejamento da criação de uma marca de roupa. 

Atente-se também às datas comemorativas e saiba por que elas são importantes para o planejamento da sua marca. 

 

A criação de uma marca de roupa sem parceiros não existe!

Os parceiros são as empresas com quem você vai trabalhar. Depois de ter definido a marca, a mensagem que quer passar, os tipos de roupa que vai vender e quem vai comprar, é hora de viabilizar seu produto.

A criação de uma marca demanda investimento em tempo e dinheiro. Isso quer dizer que você precisa tomar ações assertivas. Na escolha de parceiros também é assim. Você precisa encontrar um bom fornecedor dos tecidos que desenhou para as peças, aviamentos, e até mesmo a mão de obra é uma parceria.

As fábricas, por exemplo, podem desenvolver as suas peças ou você pode contratar equipes próprias para isto. Entenda quais são os seus parceiros chaves e faça negócios claros e objetivos. Procure por vantagens e, principalmente, por parceiros reais. Muitas vezes a relação que você tem com eles vai fazer o seu trabalho ser mais fluido e divertido na hora de criar sua marca de roupa.

Dica: Não comece produzindo diversas peças. Faça um protótipo das peças que quer vender e oferte para possíveis compradores. Desta forma você evita o desgaste da marca – ao ofertar um produto que pode não dar certo – e também entende as possibilidades de estruturação, mudanças e atualizações  em suas roupas.

 

Conheça as principais marcas de roupa

Para fazer parte da moda é preciso, também, consumir moda. Quanto mais marcas de roupa você conhecer, mais tendências e inspirações você trará para a sua marca de roupas. 

Por isso, é importante que você fique à par dos lançamentos. Sempre leia muitos blogs de moda, tenha um planner para se organizar e participe de desfiles de moda, se possível. Essa troca e busca por novas informações são essenciais para que sua marca de roupas dirija-se diretamente para o sucesso. 

 

Curtiu? O houpa é o aplicativo certo para começar a vender as peças da sua marca. 💜

marketplace de moda

A moda é uma constante em todo o mundo e em toda cultura. Desde o vestido tubo até a burca, tudo possui moda e onde há moda há consumo. Segundo o FIESP, o mercado da moda tende a crescer mais de 3,1% ao ano até 2021. Dada a projeção  e o crescimento anual deste consumo no Brasil, novas empresas  de marketplace de moda vem surgindo, tentando conquistar seu espaço. O empresômetro contabilizou mais de 1 milhão de empresas neste setor. Somando, o mercado de consumo da moda representa mais de 5% das empresas ativas em todo país. São mais de 250mil empresas, só em São Paulo. E o que isso quer dizer?

Todo mundo quer a sua fatia no mercado!

O brasileiro ama consumir moda e junto a este consumo vem as tendências. Novas tendências surgem diariamente e é impossível fazer parte da indústria da moda e não estar com os olhos ligados em todas as novidades. O marketplace de moda, por exemplo, é um dos assuntos que todos estão comentando.

O que é um marketplace de moda?

Você provavelmente já esteve em um shopping que vende roupas. São diversas lojas espalhadas por andares, vendendo roupas femininas, masculinas e infantil. Com o marketplace de moda é a mesma coisa, só que online

Marketplace poderia ser chamado de “shopping virtual”. Nele, todos dividem a mesma plataforma (o shopping center) e expõem suas peças (loja física), chamando atenção para os looks principais (vitrine).

Simplificando, um marketplace de moda é uma plataforma, um portal que junta diversas marcas. Essas marcas oferecem suas roupas para os usuários do marketplace. Esses usuários fazem suas compras através da plataforma, que retira uma  porcentagem em cada valor. Simples!

compras em marketplace de moda

O houpa, por exemplo, é um marketplace de moda. Nele, as marcas atacadistas de todo o Brasil vendem suas peças para as varejistas. As varejistas, por sua vez, revendem estas roupas para pessoas físicas.

Tudo isso acontece dentro do app houpa.  Os clientes das marcas atacadistas são as multimarcas e os clientes das multimarcas são as pessoas físicas Desta forma, tanto as marcas quanto as multimarcas podem vender suas peças, cada uma para seu tipo de público. 

Imagine conseguir mostrar sua marca para pessoas que você sempre quis apresentar, mas não sabia onde estavam?

O marketplace de moda é como a estrutura física de um shopping. O seu cliente não precisa necessariamente conhecer sua loja, ele apenas precisa conhecer o marketplace e este, então, oferecerá sua marca para ele.

Pense bem, as lojas de um shopping center dependem de compras de diversas pessoas, pois precisa haver uma rotatividade para conseguirem vender. As pessoas caminham pelo shopping e são impactadas por uma loja e no marketplace não é diferente. Elas navegam pelo site e, de acordo com o que procuram, acessam as lojas para ver seus produtos.

Desta forma, são milhares de novas possibilidades e novos clientes para sua loja, todos os dias. Aproveitar o poder de força que plataformas online possuem é essencial para qualquer negócio e o marketplace pode ser o lugar certo para a sua marca estar. 

10 motivos para sua loja começar a vender em um marketplace de moda

 

1 – Febre do marketplace 

Você sabia? Uma pesquisa feita pela multinacional de logística americana UPS, em parceria com a PwC revelou que 95% das pessoas que compram online utilizam marketplace. Isso quer dizer que todo mundo está lá. Por que sua marca ficaria de fora? 

 

2 – O efeito das Influencers de Moda

Digital Influencers são pessoas que produzem conteúdo compartilhando sua vida e trabalho nas redes sociais. No mundo da moda é muito comum vermos Influencers como Nati Vozza ou Lala Noleto compartilhando seus guarda-roupas a fim de ganhar likes e compartilhamento nas redes. ]

O Youtube e Instagram são as principais plataformas das Influencers. Elas usam seu poder de influenciar para fazer propagandas sobre marcas de roupas, lingeries e até coleções de acessórios próprias.

Essas celebridades digitais trouxeram um novo tipo de consumo, o consumo expresso! Estes consumidores querem tudo rápido e os marketplace vieram para unificar essa nova maneira de consumir. 

O marketplace de moda, por agrupar diversas marcas no mesmo lugar (o site), oferece a possibilidade de comprar peças de marcas diferentes ao mesmo tempo, sem se preocupar com frete para cada uma delas. Rápido, ágil e efetivo.

Dica: O houpa tem propriedade para falar sobre o consumo expresso. Em nossa plataforma, por exemplo, as marcas varejistas compram de diferentes marcas atacadistas  e pagam um único frete. Com isso elas não precisam se preocupar com longas viagens para polos de moda e até mesmo a administração de diversos fretes em seus controles financeiros. 😎 Rápido, ágil e efetivo.

 

 3 –  Mais tráfego

Tráfego é  a quantidade de pessoas que acessam um site. As vendas online de um marketplace não competem com as vendas do seu e-commerce ou loja física, elas somam. Desta forma, você também deve ter o mesmo pensamento para o tráfego de um marketplace.

Seu potencial de alcance é extremamente grande, uma vez que ele oferta diferentes produtos para diferentes públicos. Quando aplicamos para um marketplace de moda, por exemplo, podemos entender que ele recebe acessos de pessoas que buscam por moda praia e também pessoas que buscam por moda inverno. Isto faz com que sua loja seja ofertada para um público que a sua marca ainda não atinge e isso é extremamente valioso.

 

4 – Crescimento em um curto espaço de tempo

Ainda que você não deva parar de investir na sua loja física ou e-commerce, o marketplace vai fazer a sua marca crescer em um curto espaço de tempo. A visibilidade que uma marca ganha, ao vender suas roupas em um marketplace traz um rápido retorno e um baixo custo, uma vez que, para vender, basta fazer seu login online e cadastrar seus produtos.  Quando uma marca começa a vender em um marketplace, mais pessoas vão encontrar sua marca e portanto os números, tanto as vendas, quanto acessos ao site e redes sociais vão atingir mais público e ter mais acessos.

 

5 – SEO garantido

A visibilidade que um marketplace agrega para o seu site e sua marca, em termos de internet, é muito valiosa. O ranqueamento no Google, por exemplo, é a maneira mais eficaz de divulgar sua marca online. É por ele que Google decide se o seu site vai aparecer ou não em uma busca. Quanto mais vezes sua marca aparecer, mais chances você tem de vender.  SEO é um conjunto de estratégias que fazem sua marca ter mais relevância no Google e assim aparecer mais vezes em buscas.

Uma dessas estratégias, explicada de maneira simplificada, é ter pessoas falando sobre você. Essas pessoas precisam saber do que estão falando. E como o Google mede isso? A partir de todo o conteúdo que está escrito em seus sites. Ao cadastrar sua loja e produtos no site do houpa, por exemplo, o Google “lê” esse conteúdo e já começa a ofertar nas buscas de potenciais consumidores.  Ou seja, atuar em um marketplace é possibilitar ao Google te achar mais vezes e como falamos, quanto mais você aparecer, mais chance tem de vender. 

 

6 – Benefícios extras

Os seus clientes também são os clientes do marketplace. Isso quer dizer que eles serão tão bem cuidados quanto na sua loja. Usando o houpa de exemplo; por sermos um marketplace de moda, entendemos o que os consumidores de moda buscam e precisam. Desta forma, oferecemos atendimento personalizado durante a navegação no aplicativo, durante as compras e até mesmo depois de uma compra ser efetuada. Os meios de pagamento também são recursos a serem compartilhados.

As pessoas que comprarem suas roupas vão utilizar os meios de pagamento que você deseja e, por muitas vezes, poderão escolher uma forma de pagamento própria do marketplace. O houpa, por exemplo, oferece o houpapago, um método de pagamento dentro do app houpa. Com o houpapago as marcas podem continuar vendendo, mesmo em feriados e finais de semana. Isto só é possível por que o pedido pode ser pago sem o cliente entrar em contato com a marca, tudo feito pelo houpa. Quer saber mais sobre as funcionalidades do houpa? Clique aqui.

 

7 –  Baixo Investimento

Os investimentos necessários para começar a vender em um marketplace de moda são baixíssimos. Tudo o que você precisa fazer é  se cadastrar e cadastrar seus produtos. A partir dai é só montar sua estratégia dentro da plataforma e começar a agir! 

 

8 –  Crescimento de CRM

O CRM é uma ferramenta que auxilia a gestão de relacionamento com o seu cliente (Costumer Relationship Manager). Estar em um marketplace de moda é vender mais e portanto, adquirir mais clientes. Conforme você for conquistando e vendendo mais através do marketplace, é muito importante que transforme seus clientes em dados para agir futuramente. Você quer que seu cliente volte a comprar, certo? Aproveitar os dados que um marketplace oferece é essencial para continuar construindo sua base de clientes. Estes dados te ajudarão a fazer ações de marketing e também em conhecimento. Conhecer seu público é a chave para as vendas.

 

9 –  Marketing

Como falamos, um marketplace possui toda uma estrutura própria de profissionais para atuar com os seus clientes. Aproveitar as oportunidades de marketing é essencial e muito perspicaz. Veja o houpa, por exemplo. Nós promovemos campanhas dentro do marketplace houpa. Oferecemos todo o combo, como divulgação, artes, atendimento, disparo de e-mails etc, sem custos para as marcas. Esse marketing pode ser a engrenagem que estava faltando na sua estratégia de vendas. 😉

 

10 –  O cliente também ganha

Depois de ler todos os benefícios, você já pode imaginar os ganhos que seu cliente teria, certo? Além dele já estar fazendo compras em marketplace  e estar sendo motivado a consumir moda pelas Influencers de moda, ele vai achar exatamente o que precisa através da busca no Google. Dentro da plataforma, seu cliente vai se sentir satisfeito ao ver que será atendido quando precisar, fazendo pagamento sem ter que se comunicar com terceiros, no caso, sua marca. As campanhas  de publicidade na plataforma também agem como influenciadoras. Elas permitem ao consumidor saber as novidades das marcas como trocas de coleção, benefícios em frete, entre outros.

 

Conheça o marketplace de moda houpa!

Fundada em agosto de 2018, houpa é uma plataforma digital que veio revolucionar o jeito de comprar e vender roupas.

Sempre trazendo novidades para tornar a sua experiência cada vez mais interativa e inovadora, o houpa nasceu como a primeira rede de pedidos gratuita e exclusiva para o mercado da moda atacadista, que aproxima fornecedores e compradores dos maiores polos de moda do Brasil com uma simples conexão.

Nosso ambiente foi criado para descomplicar e trazer significado a cada relação de compra e venda de roupas. 

Saiba mais!

qr code do houpa

 

 

As entregas rápidas de lojas para os consumidores é uma das etapas mais importantes para oferecer uma boa experiência aos clientes. As vendas de e-commerce estão aumentando cada vez mais, uma vez que a internet facilitou a forma de comprar online e receber no conforto do seu lar.

Muitas empresas que atendem seu público de modo online, buscam por serviços de logística como alternativa para entregar produtos aos clientes de forma mais rápida. Quem não possui um serviço de entregas rápidas como opção para seus clientes pode, como consequência, ter carrinhos abandonados e não conseguir fechar uma boa venda.

Em meio aos últimos acontecimentos sobre o coronavírus, o comércio foi impactado e muitas empresas estão em busca de alternativas para não parar de vender durante o período da quarentena. Entregar os produtos é a prioridade para muitas delas.

Aqui no houpa,  diversas marcas atacadistas estão vendendo e entregando seus produtos para clientes em todo o Brasil. Sabendo que com a loja fechada, o cliente não poderá ir buscar o seu produto ou a empresa não tem um serviço de logística próprio, o houpa vem para ajudar as atacadistas nesta etapa com o houpalog.

Com o serviço de logística do houpalog, as entregas rápidas para os clientes está garantida, com segurança e praticidade. Confira o post para saber como nosso serviço está ajudando a indústria da moda.

Além disso, há diversos outros benefícios ao ao contratar um serviço de logística para que o seu negócio continue a prosperar. Acompanhe.

 

Benefícios em contratar um serviço de entregas rápidas para a loja

Uma das principais razões que leva os gestores a contratar um serviço de logística é a etapa chata e burocrática em lidar com processos de entrega. As empresas nacionais querem ter mais eficiência operacional, reduzindo custos e investimentos. As vantagens que podem ser conquistadas são:

Foco no seu negócio

Uma vez que você tem um serviço de entregas rápidas e logística bem adaptado ao seu negócio, você passa a dar mais atenção à atividades primárias do seu empreendimento. Desta forma, você tem mais tempo para focar nas melhorias que seu negócio exige e garantir seus lucros. 

Redução de custos

Reduzir os custos de operação é o desejo de 10 entre 10 gestores de qualquer negócio, não é?  A redução de custos é, talvez, o benefício de maior destaque. Isso porque o serviço de logística possibilita o enxugamento de custos logísticos próprios, então a economia no fim do mês é bastante significativa. 

Profissionais qualificados

Os serviços de logísticas possuem profissionais capacitados para cuidar dos seus produtos do momento de chegada até a entrega. Eles são responsáveis por manusear, embalar e despachar seus itens. O momento da entrega dos produtos é uma das etapas mais importantes no processo de compra e ter uma empresa que realiza entregas rápidas com agilidade e qualidade aumenta sua autoridade perante aos seus clientes.

Eficiência na entrega

Nos serviços de logística, o cliente é o foco sempre. Não é de se esperar menos, não é? A  empresa deve priorizar o atendimento e trabalhar para que as entregas sejam feitas no menor tempo possível e em excelente estado. 

E mais: transportadoras, com o auxílio da tecnologia, podem localizar a melhor rota para algumas cargas, reduzindo a possibilidade de atrasos na entrega dos pedidos. Além de obter os melhores preços de frete para sua empresa, proporcionando ainda mais economia de custos em sua folha.

Processos de entregas rápidas simplificados

Desburocratizar processos e torná-los mais simples significa economia de tempo e dinheiro, algo significativo para qualquer empresa. Mais uma vez destacamos a importância deste processos para você que deseja dedicar mais tempo para o seu negócio e somente com o que importa, deixando que o serviço de entregas rápidas cuide dos seus produtos.

 

Entregas rápidas com o houpalog

Aqui no houpa, diversas marcas atacadistas vendem para clientes em todo o Brasil. Sabendo que com a loja fechada, o cliente não poderá ir buscar o seu produto ou a empresa não tem um serviço de logística próprio, o houpa vem para ajudar as atacadistas nesta etapa com o houpalog.

Com o serviço de logística do houpalog, as entregas rápidas para os clientes está garantida, com segurança e praticidade.

O houpalog é o serviço de logística do houpa criado para otimizar ainda mais o seu tempo, integrando as suas vendas no houpa às entregas dos seus pedidos. Este é um serviço que possibilita ao cliente vender seus produtos para todo o Brasil.

A intenção do houpa com este serviço é dar acesso para que as marcas possam continuar realizando negociando e vendendo seus produtos sem precisar se preocupar com a entrega. A ideia é que você foque mais no que importa neste momento: o seu próprio negócio. 

O houpalog fornece agilidade, segurança e conveniência para marcas e multimarcas que vendem roupas por meio do app houpa e querem alavancar seus negócios.

 

Dedique seu estoque para o houpalog armazenamento

Além do houpalog realizar as entregas rápidas dos seus pedidos para os seus clientes, o houpa possui um serviço complementar: o houpalog armazenamento.

O desejo do houpa é que você foque 100% nos seus negócios enquanto nós cuidamos dos seus produtos, sem que você se preocupe com espaço físico e estoque super cheio, além de manuseio, embalagem e despacho dos seus pedidos. 

Olha os benefícios que o houpalog possui:

Sabemos o quão importante é manter sua loja funcionando a todo vapor. O houpa possui diversos serviços para ajudar você em todos os momentos. Caso queira conhecer mais sobre o houpalog, entre em contato conosco clicando aqui!

Conte sempre com a gente. Até a próxima!

qr code houpa

Devido a pandemia do novo coronavírus, o Brasil inteiro está de quarentena. Mas, para algumas pessoas, o trabalho não pode parar, sendo possível fazer home office. Trabalhar de casa é um desejo de muitos brasileiros e, para quem tem esse privilégio, pode realizar seu trabalho com computador, usando a internet – tudo isso sem precisar tirar o pijama.

Aqui no houpa estamos seguindo as medidas recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), nosso time está em trabalho home office para atender nossos clientes da melhor forma. 

Se neste momento você está precisando fazer home office, reunimos algumas dicas para ajudar você a tornar seu trabalho mais produtivo no ambiente caseiro. Confira!

 

1. Mantenha a frequência de trabalho

Quando estamos em casa, a gente costuma relaxar um pouco mais. Ter mais 10 minutos de sono, aproveitar um tempinho para ver um episódio daquela série em atraso, passar mais tempo nas redes sociais, entre outras. Tudo que tira o nosso foco faz com que as demandas de trabalho se tornem prioridades secundárias. 

Para que isso não aconteça, você precisa estabelecer regras: entrar no “trabalho home office” no mesmo horário em que você costuma fazer normalmente. Deixar as séries e filmes, assim como as redes sociais para o seu horário de almoço e à noite. Ao trabalhar de casa você precisa manter o foco.

2. Escolha o local certo do seu home office

Um local confortável e bem iluminado é ideal para que você consiga ter mais produtividade trabalhando em casa. Se você faz muitas videoconferências é importante sentar-se de frente para uma janela ou qualquer outra fonte de luz, assim o seu rosto permanece iluminado. 

Uma dica importante é trabalhar em um ambiente onde o roteador da internet Wi-Fi esteja localizado ou instalar repetidores de sinal da internet. As paredes da casa pode interferir no sinal e acabar dificultando o seu trabalho. Além disso, manter sua mesa organizada e somente com o essencial pode dobrar sua atenção e concentrar-se somente em suas atividades.

3. Comunique-se com sua equipe

Provavelmente, você conversa mais com seus colegas de trabalho e gestores no trabalho. Mas, e durante o trabalho home office, como é a sua comunicação com eles? É importante estabelecer horários para reuniões diárias, além de usar e abusar dos meios de comunicação. 

Uma prática das empresas é realizar as chamadas “dailys”. São reuniões online de no máximo 15 minutos em que cada integrante diz o que fez no dia anterior, o que fará no dia vigente e se há algum impeditivo para as atividades não serem executadas. 

4. Crie uma playlist inspiradora

As playlists de músicas podem ajudar muitas pessoas a se concentrar melhor, principalmente em ambientes mais barulhentos. Há diversos serviços de streaming disponíveis que possuem playlists de diversos estilos, além de poder personalizar com suas próprias músicas. 

Procure por playlists usando palavras-chave como “home office”, “deep focus” ou “concentration”, assim você encontra músicas mais calmas e adequadas para um ambiente de escritório.

E claro: use fones de ouvido com um volume não muito alto para sua audição não ser prejudicada.

5. Faça uma pausa para o café

Durante o home office nós é normal trabalhar mais do que quando se está no escritório, uma vez que seu pensamento não é interrompido, porém é importante para a sua saúde saber a hora de fazer pausas e parar.

Se você está há muitas horas trabalhando, levante-se e faça uma breve caminhada. Faça um café. Estabeleça pausas de até 10 minutos. Quando você voltar ao trabalho estará mais revigorado e energia redobrada para realizar suas atividades.

Gostou das dicas? A gente espera que elas possam te ajudar nos seus dias de home office e manter sua produtividade. Cuide-se e até a próxima!

O mundo inteiro está sendo impactado pelo COVID-19, da família coronavírus. O coronavírus é uma família viral que causa infecções respiratórias em humanos. Sua primeira aparição foi em 1937. Essas infecções podem ser leves e moderadas, parecidas com um resfriado comum. Por ser uma família, existem diversos tipos de coronavírus e alguns deles podem causar doenças respiratórias.  No final de 2019, foram registrados os primeiros casos na China de uma nova doença da família coronavírus, o COVID-19 (coronavirus disease 2019). Esta é a forma do coronavírus como conhecemos e estamos sendo impactados em 2020.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o número de casos do novo coronavírus no mundo chega a mais de 100 mil, sendo aproximadamente 80mil na China, 21mil em outros 93 países. Com mais de 9 mil mortes em todo o mundo, esta pandemia tem levado toda a nação brasileira a modificar sua forma de trabalho, consumo e convivência. Aqui no houpa, adotamos a medida de home office, que é o trabalho remoto em casa. A medida foi adotada para evitar o contágio e obedecer as recomendações mundiais para conter a propagação do vírus. A preocupação primária é o bem-estar de toda a população e, assim como o houpa, muitas empresas precisaram adaptar seus negócios para passar pelo período de contingência do vírus.

A situação, completamente atípica,  impacta todo o mercado de consumo e com isso novas preocupações surgem, tanto para trabalhadores quanto empreendedores. Em apenas quatro meses, o mercado de consumo sofreu impacto há muito tempo não visto. A pandemia global foi declarada pela OMS em 11 de março de 2020 e, desde então, empresas de todo o mundo lutam para se adaptar a uma nova realidade de quarentenas, fronteiras fechadas e bloqueios.  Ainda que ninguém queira parar de trabalhar e assim, conseguir garantir seu sustento, muitos mercados estão sendo obrigados a diminuírem seus esforços. E no mercado de compra e venda de roupas não é diferente.

A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) entende que a economia global deve crescer apenas 2,4% em 2020. Nível mais baixo desde 2009. As empresas que mais valorizam por conta do vírus são relacionadas a remédios e produtos hospitalares, como máscaras e álcool gel. Já empresas ligadas a turismo e indústria devem desacelerar com a paralisação de economias importantes como Itália e China, prevê a OCDE.

Coronavírus em São Paulo

Foto – Guilherme Frodu

De acordo com o Centro de Contingência par ao coronavírus de governo do estado de São Paulo, mais de 400 mil pessoas correm o risco de serem infectadas nos próximos meses. Para o pior cenário, a projeção estima cerca de 10% da população brasileira infectada. Isto corresponde a 4,6 milhões de pessoas, apenas no Estado de São Paulo. A segunda quinzena de março começa com mais de 240 casos confirmados na cidade e mais de 5 mil suspeitas. 

Apesar da proibição em diversas empresas e estabelecimentos, mercados, padarias, farmácias, postos de gasolina e suas lojas de conveniência, restaurantes, petshops e feiras livre continuarão funcionando na cidade. As aulas em escolas municipais e estaduais foram suspensas, junto com eventos públicos estaduais. Além disso, os postos do Detran e Poupatempo da cidade estarão com limitações de visitantes para evitar aglomerações.

A projeção do crescimento de infectados mostra que todos precisam se preparar para as próximas semanas. Entender o cenário que sua empresa se encontra, fornecer o máximo de segurança para seus funcionários e ainda sim continuar, de alguma forma, buscando o rendimento e vendas é essencial para a vida útil de qualquer marca, em qualquer mercado.  Outra medida tomada na capital foi o cancelamento de eventos com mais de 500 pessoas.

Fechamento de shoppings em São Paulo

O governo da cidade determinou o fechamento de shoppings e academias da capital paulista e da região metropolitana como medida de contenção à propagação do vírus. Diversos tipos de comércios foram obrigados a terem suas atividades modificadas e/ou finalizadas. Bruno Covas, prefeito da cidade, assinou um decreto determinando o fechamento do comércio na cidade de São Paulo, começando no dia 20 e terminando no dia 5 de abril. Apesar de apenas uma recomendação, a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP) informou que irá cumprir integralmente a determinação dos governos estaduais. As taxas serão reduzidas a fim de ajudar os lojistas do segmento.

“A associação acompanha o desdobramento atenta a esta situação dos mais de 40.000 associados em todo o país. Já anunciamos a redução da taxa do condomínio e agora, com o fechamento temporário, teremos uma condição diferente destas taxas que estamos negociando”, diz a nota da entidade. Esperamos com estas medidas poder aliviar esta situação, que esperamos ser temporária, evitando que o coronavírus se espalhe, para retomarmos o nosso cotidiano”

A Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), em conjunto com a ALSHOP, também afirmou que as entidades estão buscando a isenção de impostos e ajuda financeira para os empresários manterem a empregabilidade dos colaboradores durante o período de crise.

Saúde financeira dos lojistas de shopping

O comprometimento da saúde financeira dos lojistas é uma preocupação da ABLOS (Associação Brasileira dos Lojistas Satélites), que também representa lojistas de shopping. Com a decisão de fechamento dos shoppings, a entidade diz estar se organizando para pedir moratória aos empreendimentos e ao governo paulista.

“Ainda não se sabe quantos e quais estabelecimentos comerciais irão fechar durante o período recomendado por João Dória, mas a associação já se organiza para pedir moratória aos empreendimentos, além da isenção do aluguel ou cobrança equivalente ao percentual de vendas, isenção do fundo de promoção (despesa obrigatória relativa à publicidade) e flexibilização no pagamento da taxa de condomínio, com novos prazos e sem multa, além da ajuda dos bancos e governo com linhas de créditos e isenção de imposto”, explica a ABLOS.
 

Linha de crédito especial para comércio

O governo de São Paulo lançou uma linha de crédito especial para empresas de turismo, comércio e economia criativa. A agência pública Desenvolve SP e o Banco do Povo Paulista estão a frente da linha de crédito. Esta medida abrange os empresários do estado de SP e tem quantia determinada em R$ 500 milhões pelo governo, como afirma o governador João Dória.

“Hoje anunciamos mais R$ 275 milhões para conter os efeitos nocivos (do coronavírus) na economia de São Paulo. Com esta decisão, nos estamos alcançando R$ 500 milhões”, disse Doria.

 

Coronavírus e o setor de varejo

Segundo um relatório lançado pela XP Investimentos, o setor de varejo tem risco “médio alto” frente ao coronavírus. O risco é de um choque de demanda em função da restrição de movimento e da priorização do consumo básico em detrimento do consumo livre. Isto quer dizer que o impacto negativo é esperado para o setor como um todo, apesar da visão limitada no momento, por conta das constantes mudanças e acontecimentos. No entanto, este setor ainda não foi completamente impactado, deixando o ritmo de vendas ainda estável desde o início do ano.

Entretanto, a XP espera que este fluxo reduzido cresça nas próximas semanas, uma vez que os números de casos no Brasil vem crescendo diariamente. Em São Paulo as medidas são um pouco diferentes. No final de semana dos dias 14 e 15 de Março, o comércio varejista brasileiro registrou declínio de 2 dígitos igual ao mesmo período em 2019 e da última semana, nas consultas para vendas à vista e prazo nas lojas. A ACSP (Associação Comercial de São Paulo), por meio do Instituto de Economia Gastão Vidigal, analisou um recuo de 16,7% nos negócios do último final de semana e a projeção é que este número aumente a partir da segunda quinzena de março. O desempenho foi comparado ao crescimento das vendas do varejo no mês de março, que cresciam 5,3% só na cidade de São Paulo. Esperava-se que o comércio varajista fechasse 2020 com crescimento de 2% e 3% sobre 2019.

“É uma retração forte. Daqui para frente, os efeitos no varejo dependerão das medidas que serão tomadas”, afirma o economista-chefe da ACSP, Marcel Solimeo. Hoje, o ambiente é de muita incerteza e, por isso, não é possível reavaliar as projeções feitas para o desempenho do varejo neste ano”, comenta  Marcel Solimeo, economista-chefe da ACSP.

Varejo online estimulado pelo isolamento

A Kantar,  líder global em dados, insights e consultoria, divulgo uma pesquisa feita em mil lares chineses. Com aumento de 40% no consumo de alimentos e bebidas, 55% dos consumidores estão se abastecendo por plataformas de e-commerce e fazendo compras e pagamentos online.  Nos Estados Unidos não é diferente, 27,5% dos americanos, segundo a Coresight Research, diminuíram as visitas em mercados, cinemas e outros estabelecimentos. Estima-se que este número chegue a 58% com a crescente de casos e agravamento da doença. Segundo a ASSERJ (Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro), já é possível observar mudanças no hábito dos cariocas. Os produtos mais procurados são papel higiênico, leite, alimentos congelados e álcool gel.

 

aplicativo houpa oferece solução para mercado varejista de São Paulo

Ainda que o isolamento esteja determinado, os consumidores tendem a continuar as compras de serviços e produtos.  O exemplo disso é o mercado atacadista e varejista da moda, que não para! O aplicativo houpa desenvolveu uma pesquisa com mais de 70 varejistas de moda que compram no Brás e Bom Retiro, a fim de entender o impacto causado pelo coronavírus no mercado da moda varejista em São Paulo.   As marcas varejistas que consomem de marcas atacadistas registraram perdas de aproximadamente 40% em suas vendas. Mais de 96% dos empreendedores entrevistados estão sofrendo com a baixa devido a esta pandemia.

A preocupação com o bem-estar da população sempre será a prioridade máxima de todas as empresas, e nós sabemos que a necessidade de continuar os negócios existe. Nos preocupamos com o mercado que tanto amamos e por isso adaptamos nossa solução houpalog para atender às marcas que precisam continuar desenvolvendo seus negócios durante o coronavírus. Tudo com todos os cuidados e cautela necessários para enfrentar as adversidades que o comércio está passando por conta do COVID-19.

Este serviço tem como intenção melhorar a vida dos lojistas empreendedores que precisam e querem continuar oferecendo o melhor para seus clientes, sem deixar de atendê-los. Sabemos que nem todos tem o luxo de poder parar e queremos atingir significativamente e positivamente nossa comunidade. O impacto que este tipo de serviço pode oferece é justamente para mudar os números vistos em nossa pesquisa. Queremos participar, ajudando, oferecendo tecnologia e confiança para nossos clientes. Este é nosso principal objetivo.

Como funciona o houpalog em tempos de coronavírus

Nós, do houpa, oferecemos, a partir do houpalog, o armazenamento e manuseio dos seus produtos. Desta forma, a sua jornada para as lojas reduz drasticamente. A única visita que você precisará fazer é para atualizar o envio do seu estoque. Isso reduz em apenas 1 visita semanal para a sua estrutura física, a fim de atualizar seu estoque 

Atendimento personalizado – Para aderir ao houpalog você precisa ter um cadastro e nós dedicamos uma equipe de atendimento exclusiva para tirar todas as suas dúvidas.  Com este serviço, esperamos oferecer ao mercado da moda do Brás e Bom retiro a possibilidade de continuar seus negócios enquanto o mercado passa por esta movimentação. 

Valores e condições especiais – Não é sobre oportunidade, é sobre necessidade. Por isso, estudamos valores e condições muito especiais para oferecer neste momento. Nossa intenção é, realmente, fazer com que nossos negócios não parem e oferecer, até onde pudermos, o conforto que sabemos que nossos clientes podem ter, que é o de continuar vendendo, desta vez, online.

 Flexibilidade – Nós queremos ajudar!! Você poderá entender qual a sua necessidade, escolhendo os serviços separados ou juntos. Despacho com ou sem armazenamento, você decide. E, se você tem necessidades específicas, fala com a gente. Nós vamos te ajudar no que pudermos.

Nós do houpa sabemos que em tempos difíceis a comunidade prevalecerá e, por isto, queremos participar ajudando nosso mercado e, assim como você, minimizar o impacto em nossos clientes. Para saber mais sobre o houpalog, fala com nosso atendimento especializado, eles estão prontos para te explicar como funciona!

Clique aqui para falar com nosso plantão de atendimento especializado.

 

 

 

 

 

 

 

Se você compra de atacadistas do Bom Retiro saiba que o houpa tem um novo serviço de logística que entrega os pedidos dos seus clientes com mais agilidade e economia para todo o Brasil. Conheça os benefícios do houpalog:

. Economize com viagens até os polos atacadistas;
. Conecte-se com seus atacadistas preferidos em todo Brasil;
. Faça seu autoatendimento: veja os produtos, variantes e estoque em tempo real;
. Realize seu pedido a qualquer hora e em qualquer lugar;
. Compre com várias marcas em um mesmo pedido;
. houpalog: serviço de logística que unifica suas compras de diversas atacadistas em um único frete.

E mais! Os seus pedidos podem ser entregues em até 150 minutos na região de São Paulo.

Mais agilidade e economia para você vender muito mais.